terça-feira, 15 de abril de 2014

O coelhinho que não era de Páscoa

Nesta quarta-feira (16/04), estaremos dramatizando para as crianças o texto de Ruth Rocha "O coelhinho que não era de Páscoa". O evento está sendo organizado pelos professores da Sala de Leitura, da Biblioteca (eu) e de Artes em parceria com os professores de sala de aula, sala de informática, servidores da secretaria e técnicos da escola

O texto foi adaptado para teatro por mim e pela professora Sílvia Leão. Abaixo o texto:

O Coelhinho que não era de Páscoa
Ruht Rocha
(Entra Vivinho ao som da música Era uma vez ..)
Narrador: Vivinho era um coelhinho, branco, redondo e fofinho. Todos os dias Vivinho ia à escola com suas irmãs. Lá, aprendia a pular, aprendia a correr... e aprendia a escolher qual a melhor cenoura para se comer. E assim, Vivinho e suas irmãs foram crescendo, crescendo, crescendo .... até que chegou a hora de escolherem uma profissão. As irmãs de vivinho já tinham resolvido:
Irmã 1: Eu vou ser coelha de páscoa como minha mãe.
Irmã 2: Eu vou ser coelha de Páscoa como minha avó.
Irmãv3: vou ser coelha de páscoa como minha bisavó.
Narrador: E todos queriam ser coelho de Páscoa, como o trisavô, tataravô, como todos os avôs. Só Vivinho não dizia nada. Os pais  e as irmãs perguntavam preocupados:
Todos: E você Vivinho, e você?
Vivinho: Bom... Eu não sei o que quero ser. Mas sei o que não quero ser: (música de suspense). Eu não quero ser coelho de páscoa.
Todos: OOOOOOOHHHHHHH!!!!!!!
Narradora: Todos ficaram assustados! O pai de Vivinho se espantou, a mãe se escandalizou e desmaiou.
(Música de suspense para saída)
Narradora: Vivinho arranjou uma baita confusão, por isso arranjou outros amiguinhos: o beija-flor Florindo, Julieta, a borboleta e a abelha Melinda. As irmãs de Vivivnho acharam aquela amizade muito estranha e falavam:
Irmãs: Onde já se viu coelho brincar com abelha?
Narradora: Os pais também ficaram muito aborrecidos com aquela amizade e brigavam com ele:
Mãe: Um coelho tem que ter uma profissão!
Pai: Onde vamos parar com essa vadiação?
Vivinho: Não se preocupem estou aprendendo uma profissão.
Pai: Só se ele está aprendendo a voar.
Irmãs:  Só se ele está aprendendo a zumbir.
Narrador: Vivinho apenas sorria e saia, pula, pulando para se encontrar com seus amigos. O tempo passou. A Páscoa estava chegando, mas as fábricas tinham muitas encomendas e não tinham mais ovinhos para vender, até as fábricas do seu Jacaré ....., do seu macaco...., do seu lobo ..... e até do seu tucano....(os personagens entram e se apresentam).
Narrador: Mas, mesmo assim, papai e mamãe coelho foram tentar comprar os ovos para distribuir, em todo lugar  a resposta era a mesma:
-Na fábrica do seu tucano:
-Na fábrica seu macaco:
-Na fábrica do seu Jacaré:
-Na fábrica do seu Lobo:  Tudo vendido. Não temos mais nada....
Narrador: Os dois voltaram para casa desanimados.
Mãe: Ora essa,isso nunca aconteceu...
Pai: Não podemos desapontar as crianças, mas nós já fomos a todas as fábricas, não tem jeito não....
Narrador: As irmãs de vivinho também ficaram muito tristes:
Irmãs: Nossa primeira distribuição... Ai que tristeza no coração!
Narrador: Nesse momento, Vivinho vinha chegando com Melinda e falou:
Vivinho: Por que não fazemos os ovos nós mesmos
Irmãs: É que nós não sabemos, coelho de páscoa sabe distribuir ovos. Não sabe fazer.
Vivinho: Pois eu sei, eu sei...
Pai: Será que ele sabe?
e: Ele sabe, ele sabe.
Todos: Como você aprendeu!!!!
Vivinho: Com meus amigos. Eu não disse que estava aprendendo uma profissão?, Pois eu aprendi a tirar o pólen das flores com Julieta e Florindo. E Melinda é a maior doceira do mundo, me ensinou a fazer tudo o que é doce...
Narrador: A partir daquele momento, a casa da família coelho virou uma verdadeira fábrica. Todos ajudaram: Papai coelho, mamãe coelha e as coelhinhas... e os amiguinhos também, mas era Vivinho quem comandava  todo o trabalho. (música “é de chocolate”).  E quando a páscoa chegou, estavam todos preparados. As cestas de ovos estavam prontas.
Narrador: E os pais de Vivinho estavam muito contentes e falaram:
Mãe: Agora nosso filho tem uma profissão.
Pai: Cada um deve seguir a sua vocação....

Narração: E todos ficaram muito felizes e comemoraram a melhor Páscoa de suas vidas.
(Termina com todos dançando e cantando

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Ver-O-Peso (Max Martins)

Ver-O-Peso
Max Martins

A canoa traz o homem
a canoa traz o peixe
a canoa tem um nome
no mercado deixa o peixe
no mercado encontra a fome

a balança pesa o peixe
a balança pesa o homem
a balança pesa a fome
a balança vende o homem

                                          vende o peixe
                                          vende a fome
                                          vende e come

a fome
vem de longe
nas canoas
ver o peso

come o peixe
o peixe come
                                          - o homem?

o homem não come
come o homem
compra o peixe
compra a fome

vende o nome
vende o peso
                                          - peso de ferro
                                          - homem de barro

pese o peixe
pese o homem
é a fome
vem do barro
vem da febre
(a febre vê o homem)

veja a lama
veja o barro
veja a pança

                                          o homem
                                          come a lama
                                          lambe o barro

ver o verde
ver o verme
o verme é verde

está na lama
está na alma
é só escama
a pele do homem

está com fome
vê o peixe
vê o prato
não tem peixe
tem fome
a fome pesa
o peso da fome
peça por peça
pese o peixe
deixe o peixe
veja o peso
peixe é vida
peso é morte
homem é fome
peso da morte
peixe de morte
a sorte do peixe
é o peso
azar do homem

pese o peixe
pese o homem
o peixe é preso
o homem está preso
presa da fome

ver o peixe
ver o homem
vera morte
vero peso.
(MARTINS, Max. Não para consolar: poemas reunidos 1952-1992. Belém: Cejup, 1992. p. 279-81.)


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Semana Nacional do Livro Infantil


Queridos, vejam que lindos painéis fizemos este ano para a Semana do Livro. Arte do professor Edson.

 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Atividades de Ciências sobre o Meio Ambiente

Olá, pessoal, estou de volta. Desta ves estou postando uma atividade sobre meio ambiente. Espero que vocês gostem.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

A galinha Ruiva

Esse foi o resultado do projeto de leitura e escrita "A galinha ruiva".


Criança Seletiva: Cuidando de nosso lindo balão azul: o desafio de tecer saberes entre ruas e rios de Belém”

Depois de algum tempo sem postar nada, estou de volta. Desta vez, quero mostrar a vocês o trabalho estou realizando na biblioteca em parceria com os professores de sala de aula, Artes e sala de leitura.  
É o projeto "Cuidando de nosso lindo balão azul: o desafio de tecer saberes entre ruas e rios" tem o objetivo de mostrar e incentivar as crianças a ter uma postura ecologicamente correta diante do lixo que produz.
Para isso, produzi um folder que será distribuído aos alunos e pais e que será trabalhado de várias formas em sala de aula: 
-Folheto ou folder: um dos principais portadores textuais da sociedade (qual sua finalidade, para quem  se dirige, etc);
-Leitura e análise do texto;
-Conscientização ecológica;
-Confecção de folder.
O folder mostra aos alunos o que é ser e como ser uma criança sustentável, explica como fazer uma coleta seletiva, a diferença entre lixo comum, reciclável e orgânico e o que é reciclagem, além de mostrar um quadro do tempo de decomposição de alguns materiais que jogamos fora.  
Durante o desenvolvimento deste projeto, iremos trabalhar principalmente com os escritores paraenses Antônio Juraci Siqueira, com suas trovas sobre ecologia e Heliana Barriga , com A abelha abelhuda e, além disso, letras de músicas de Nilson Chaves e Rui Barata que falam sobre o meio ambiente.
Iremos também oferecer aos pais uma oficina de reciclagem de garrafas pet e outras embalagens plásticas.
Na culminância do projeto, será feita uma amostra de tudo que foi produzido pelos alunos: folders, histórias, poemas, maquetes e, também, será feita, pelos alunos, uma amostra das releituras do tema através da dramatização, dança e declamação de poemas.  
Veja o folder:
FRENTE


VERSO